Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Comentários

Textos/comentários a publicações de autores de outros blogs.

Textos/comentários a publicações de autores de outros blogs.

Comentários

17
Ago21

Comentário 65

Zé Onofre

                  65

Minhas velhas companheiras

Nos caminhos da minha vida.

Não é preciso viver-se no campo,

Para se as olharem com olhos límpidos,

Mas ajuda.

Levantamo-nos numa manhã,

Ainda a espalhar o resto do sono,

De punhos fechados.

Sai-se porta fora

E somos uma ilha

Cercados de um mar amarelo.

Continuamos a espantar um restinho de sono

Por entre muros de pedra,

Suporte aos campos,

Que nos sorriem com a brancura

Das suas margaridas.

No dia seguinte,

E nos outros que se lhe sucederão,

Haverá sempre algo de novo

A atrasar os passos.

É um cacho de rosas selvagens,

Na sua singeleza de quatro pétalas,

Brancas, vermelhas, rosas,

A desafiarem lá do chão agreste,

Donde irrompem,

As flores mimalhas nos seus paços ajardinados.

Caminhar pelos caminhos de cabras

Das ladeiras e cumes dos montes,

Onde o tojo selvagem nos brinda de amarelo,

As giestas nos acariciam o olhar de amarelo e branco,

As urzes brutas com o seu anil/violeta

Cobrem de roxo as encostas do Marão.

Na sua rudeza solitária,

São sempre flores,

Sem artifícios ou falsos aromas.

São as flores na sua vida pura.

       Zé Onofre

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub