Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Comentários

Textos/comentários a publicações de autores de outros blogs.

Textos/comentários a publicações de autores de outros blogs.

Comentários

13
Dez21

Comentário 174

Zé Onofre

                   174

 

2021/08/18

 

Expulso do ventre da mãe

Entrei neste mundo

Vestido com a frágil pele,

E com um grito,

Choque do ar nos débeis pulmões.

 

Logo,

Nesse primeiro dia,

Vestiram-me.

Ano após ano

 

Com mais trapo,

Menos trapo

Desligaram-me das sensações puras

Tomadas à flor da pele.

 

Chega um momento

Que sinto vontade de viver,

A urgência de brincar,

O desejo de sonhar,

De seguir caminhos

Mais ou menos dolorosos.

Mais ou menos silenciosos

À procura da vida.

 

Só com pés nus

Possuo o caminho.

Nas pedras ásperas deixo sangue,

Leve, sigo pelo manto de musgo,

Poiso aqui e ali no areal,

Sinto-me gaivota.

 

Pela renda das nuvens

Olho a espuma das ondas

Que se enrola nas areias.

 

Dois trilhos de pés descalços,

Separados por uma sombra,

Que duas mãos unem.

 

Uma gargalhada límpida

Ecoa das pegadas abandonadas.

 

Nesse momento

Compreendo a grandeza

De ter vindo nu ao mundo.

   Zé Onofre

20
Ago21

Comentário 70

Zé Onofre

                 70

Paz de espírito,

Quem a souber

Que m'a ensine,

Que eu vou buscá-la.

A pé ou de rastos,

Aos trancões ou aos baldões,

Pelo rio, pelo ar,

Ou pelo mar.

Digam-me onde ela está

E eu irei buscá-la.

Já tentei encontrá-la

No ruído da multidão,

Sentado quedo e mudo,

Vendo o turbilhão rodopiar.

Sentado no alto do monte

Confidenciando com o vento.

À beira rio sentado no açude

A ouvir a água cantar.

Sentado numa fraga

A ouvir o mar.

Sentado num banco da praça

Falando com o poeta de bronze

Olhando imperturbável o Marão.

Já fechei os olhos.

Já fechei os ouvidos.

Já desisti de ler.

Já desisti de tudo.

A paz de espírito

Continuou altivamente inalcançável.

Quem a souber,

Me ensine o caminho

Que eu vou buscá-la.

    Zé Onofre

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub