Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Comentários

Textos/comentários a publicações de autores de outros blogs.

Textos/comentários a publicações de autores de outros blogs.

Comentários

06
Dez21

Comentário 168

Zé Onofre

                    168 

2021/08/13

 

 Silêncio

Palavra neutra

A luz branca

Das palavras

 

Para o decifrar

Teremos que encontrar

O prisma

Que as refracte

Para se tornarem visíveis

 

O silêncio, teu,

É toda a resposta

Às perguntas infinitas

Desta que vês

E sabes quem é.

 

Quê? Porquê?

Sempre a correr atrás do tempo,

O tempo a fugir.

Não gastes o tempo

Com o tempo.

 

Olha bem

No fundo do meu olhar.

Repara

Não verás mentiras.

 

Apenas estampadas,

Com toda a transparência,

Os sentimentos

Que te demonstro

Em abraços bem apertados.

 

Percorro

O caminho do teu rosto.

Desço lentamente.

Começo na testa,

Passo nos olhos,

Na fenda da boca,

Nas colinas e vale do peito,

Continuo por aí abaixo

Sem pressa nem sofreguidão.

Regresso

Termina a caminhada

Selando o meu sorriso

Com aquele beijo, teu,

Que é único.

 

Vem autenticamente

De mãos nuas e puras.

Troquemos de corpos.

Nesse cruzar

Sentirás o que sinto,

Viverei a alegria

Que tu vives.

 

Os nossos corpos

Enredados um no outro

Será o prisma

Que lerá o silêncio que nos une.

   Zé Onofre

 

19
Nov21

Comentário 158

Zé Onofre

    158

 

Nas palavras

Há verdades escondidas,

Caminhos escuros,

Veredas luminosas,

Tesouros perdidos.

 

Nas palavras escritas em placas de argila,

Em folhas de papiro,

Em tabuinhas de cera,

Nas memórias dos velhos,

Nas memórias dos poetas,

Nas memórias dos bardos,

Nos tratados filosóficos,

Há bravura que se derrama em fraqueza.

 

Há verdades absolutas,

Há mentiras

Que se vestem de verdade,

Há medos

Que atrás de armaduras e escudos

Se engalanam de coragem.

 

Nas palavras tudo é possível.

A verdade

Estampa-se nos gestos.

Cair,

Levantar,

Erguer a cabeça,

Seguir em frente,

Sem querer saber de quedas futuras.

 

O gesto de enfrentar,

Ainda que com olhares líquidos,

Quem espezinhou,

Apontar o nariz ao futuro

Mostra dignidade,

Expõe o seu grande coração

Que nunca escondeu.

   Zé Onofre

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub